//Perfil




BRASIL, Sudeste, LAVRAS, Delmir Rildo Alves, Homem, de 15 a 19 anos, Portuguese, Arte e cultura
MSN -





//Links
- Projeto Refletindo
- Enquete
- Logotipo do BLOG
- Fotoblog
- Informativo O Social
- Atitude Social no Orkut
- Vídeos Legais!
- Bate Papo G.A.S
- Conselhos Sexuais

MSN: jovem-dez@hotmail.com

//Votação

- Dê uma nota para o meu blog
- Indique este blog


//Contador

//Histórico

- 03/08/2008 a 09/08/2008

- 20/07/2008 a 26/07/2008

- 15/06/2008 a 21/06/2008

- 25/05/2008 a 31/05/2008

- 11/05/2008 a 17/05/2008

- 04/05/2008 a 10/05/2008

- 16/03/2008 a 22/03/2008

- 10/02/2008 a 16/02/2008

- 03/02/2008 a 09/02/2008

- 13/01/2008 a 19/01/2008

- 06/01/2008 a 12/01/2008

- 30/12/2007 a 05/01/2008

//Mural



BH ensina jovem a falar de Aids com jovem
Prefeitura de Belo Horizonte oferece programa que dá treinamento a pessoas para abordar formas de prevenção do HIV com seus pares
Crédito: Prefeitura de Belo Horizonte/Divulgação
Leia também
Prêmio ODM abrange de Aids a mata ciliar

Agressores se juntam para não agredir mais
OSMAR SOARES DE CAMPOS
da PrimaPagina

Como tratar de um assunto difícil, a prevenção da Aids, de forma eficiente com os diversos grupos que formam a sociedade? Para a prefeitura de Belo Horizonte, a resposta é relativamente simples: dar formação a profissionais do setor de saúde e, principalmente, a pessoas comuns, para que elas abordem o tema junto a seus pares, ou seja, jovens com jovens, mulheres com mulheres, homens com homens, homossexuais com homossexuais.

Lançado em 2000, o programa "BH de Mãos Dadas Contra a Aids" oferece subsídios para o debate de maneiras para evitar situações que podem levar à vulnerabilidade, como a violência doméstica, o consumo de drogas, uma relação incorreta com a sexualidade e as diversas formas de preconceito, como o sexual, o racial, o de gênero ou contra o portador do vírus HIV. Os grupos treinados recebem cartilhas, livretos, fôlderes, cartazes, todos desenvolvidos pelo projeto, além de preservativos, para que possam multiplicar o conhecimento adquirido nas aulas, dadas por profissionais da área de saúde.

Há dois tipos de capacitação: uma oferecida a profissionais de unidades básicas de saúde, com um curso de 20 horas; e outra, para os mais diversos grupos da população, que podem incluir alunos da educação básica, prostitutas, homossexuais, idosos, líderes comunitários, entre outros. A idéia é que esse segundo grupo atue junto a seus pares, usando suas linguagens, seus trejeitos, para levar a mensagem da melhor maneira possível. Por isso, nesse caso, as aulas variam de 40 a 60 horas, dependendo das características de cada grupo.

"Procuramos nos adequar à necessidade daquela população, não chegamos com um formato enlatado", explica a coordenadora do Programa DST/Aids na Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte, Carmem Mazzilli. Um dos principais diferenciais do projeto é a idéia de fazer com que os participantes trabalhem com pessoas em circunstâncias idênticas, acredita Carmem. "Na medida que formamos esses multiplicadores para estar refletindo sobre seu cotidiano, elas vão identificar situações de risco com mais facilidade. Um adolescente falando com outro é mais eficaz do que o professor com eles. A comunicação é melhor, eles vão abordar situações que só eles vivenciam", acrescenta.

Outra característica importante para que o programa funcione é usar serviços já existentes na cidade, de forma a torná-lo menos pesado aos cofres públicos. "Nós não ficamos criando demandas. Chegamos no lugar e vemos o que é oferecido ali e nos adaptamos", diz Carmem. "Por exemplo, já existe um projeto que é o Agente Jovem, por que eu vou trabalhar com outros jovens e deixar de fora quem já está engajado e recebe para fazer projetos sociais? Na escola é a mesma coisa. A gente vai trabalhando com o que já existe."

Uma dificuldade é medir os resultados do projeto em um universo tão grande — de acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), em 2007, a população da capital mineira era de 2.412.937 habitantes. Atualmente, o "BH de Mãos Dadas" consegue avaliar apenas as escolas de ensino básico, que é um dos principais focos do programa. "Monitorar a formação é tranqüilo, você faz um pré-teste, um pós-teste, acompanha um pouco o aluno e vê o resultado", afirma Carmem. "O grande desafio é monitorar o trabalho que é feito na ponta, por causa do tamanho desse monitoramento, do projeto e da cidade", diz, acrescentando que, para garantir o aprendizado dos agentes multiplicadores, existem encontros periódico para reciclagens.

Os resultados do "BH de Mãos dadas Contra a Aids" fizeram com que a prefeitura de Belo Horizonte ficasse entre os 20 projetos que receberam o Prêmio ODM Brasil 2007, uma iniciativa do governo federal e do PNUD que destacou em maio as práticas de prefeituras e organizações sociais que ajudam o país a avançar nos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio, uma série de metas de caráter social e humanitário que os países das Nações Unidas têm de atingir até 2015.



- Postado por: Delmir Rildo Alves às 16h20
[ ] [ envie esta mensagem ]






Agressores se juntam para não agredir mais
Projeto em Diadema coloca em uma mesma roda homens acusados de violência contra mulher, para que discutam e mudem atitudes

Reportagens

Diadema, 28/07/2008
Agressores se juntam para não agredir mais
Projeto em Diadema coloca em uma mesma roda homens acusados de violência contra mulher, para que discutam e mudem atitudes

Crédito: Prefeitura de Diadema/Divulgação
Casa Beth Lobo
A Casa Beth Lobo existe desde 1991 e hoje integra uma série de projetos, que incluem, além do grupo de discussão de maridos agressores, oficina de teatro, cursos de artesanato e aulas de ioga. Além das atividades ocupacionais, a casa oferece apoio jurídico, psicológico e social para mulheres vítimas de violência doméstica. Em média, a casa recebe 40 novos casos todos os meses.
Leia também
Teatro é arma contra violência à mulher

Cidade debate racismo com canção popular
OSMAR SOARES DE CAMPOS
da PrimaPagina

Reunir maridos agressores em uma mesma roda para discutir suas idéias e atitudes pode ser o caminho de saída de um problema que afeta muitas famílias em Diadema, na Grande São Paulo. É nisso que aposta a Casa Beth Lobo, projeto social que está implantando no município um tipo de "terapia coletiva" que coloca, em uma mesma sala, homens com histórico de violência doméstica para debater o assunto.

O objetivo é, por meio das conversas direcionadas, eles se dêem conta de que bater nas mulheres (ou mesmo nos filhos) é um comportamento socialmente reprovado. "Fazemos uma roda e discutimos assuntos corriqueiros, como foi a semana deles, por exemplo", conta o psicólogo e sociólogo Flávio Urra, responsável por conduzir as conversas no chamado Projeto Masculinidade, lançado no final de 2006. "Aos poucos, vamos dirigindo a discussão para as questões de direitos humanos e de rompimento da violência."

Esse é uma dos três trabalhos (leia notícias ao lado) que colocaram a Casa Beth Lobo — Centro de Referência da Mulher em Situação de Violência Doméstica entre os 20 projetos vencedores do Prêmio ODM Brasil 2007, uma iniciativa do governo federal e do PNUD que destacou práticas de prefeituras e organizações sociais que ajudam o país a avançar nos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio.

Os encontros são semanais — atualmente, ocorrem nas tardes de quarta-feira. Os participantes chegam ao projeto por meio de indicação de mulheres que freqüentam a casa, de pessoas da comunidade ou recomendação de órgãos públicos, como tribunais ou unidades básicas de saúde. A iniciativa enfrenta, contudo, uma grande resistência de seu público alvo — os grupos não tiveram mais de sete participantes e muitos homens acabam abandonando-a no meio do percurso.

"Geralmente, quem freqüenta pensa que vai ter algum ganho no grupo — dificilmente é uma coisa espontânea", afirma Urra. "Na cabeça dele, ele tem o privilégio de bater na companheira, o poder de sair com outras mulheres, chegar à hora que quer em casa. Ele tem uma série de poderes que nós questionamos. Falamos de distribuição de tarefas em casa, cuidar de filho. Não é fácil convencê-los", acrescenta.

Apesar das dificuldades, Urra, que já participou de experiência semelhante em outra cidade do ABC, Santo André, avalia que há efeitos positivos no longo prazo. "Com o tempo, esse tipo de trabalho tem resultado. Em um ano, um ano e meio, os efeitos começam a aparecer", afirma. "Após quatro meses em que o homem freqüenta o grupo, começa uma mudança no discurso. O homem tem aquela coisa: ele quer ser aceito, respeitado no grupo, que a posição dele seja ouvida. No começo o sujeito tinha uma posição radical em questões como pena de morte, por exemplo. Depois de um tempo, ele começa a tocar em questões que envolvem religião, falar sobre Bíblia e ir por caminhos mais humanos."

Urra defende que projetos como este de Diadema virem política pública. Ele cita a Lei Maria da Penha, que estabelece penas mais pesadas para casos de violência doméstica e prevê, em seu artigo 35, "centros de educação e de reabilitação para os agressores". "O que nós fazem aqui é uma parceria, um trabalho voluntário. O ideal seria que se criasse uma política pública voltada ao trabalho com os agressores", completa.

 



- Postado por: Delmir Rildo Alves às 16h17
[ ] [ envie esta mensagem ]






PROJETOS PELO BRASIL A FORA!!

Canção passa por crivo antimachista em PE
Projeto com meninas de rua em Pernambuco reescreve letras preconceituosas para combater discriminação contra mulher

Teatro é arma contra violência à mulher
Diadema usa artes cênicas e artesanato para ajudar vítimas de agressões a superar traumas e desenvolver novas habilidades

FONTE: http://www.pnud.org.br/

 



- Postado por: Delmir Rildo Alves às 20h11
[ ] [ envie esta mensagem ]






BookCrossing

BookCrossing

O BookCrossing é a prática de deixar um livro num local público, para ser encontrado e lido por outros, que continuarão esta corrente. Um conceito que surgiu nos Estados Unidos da América. O objectivo do Bookcrossing é transformar o mundo inteiro numa biblioteca. Os membros desta comunidade de leitores virtuais (e que não conhece limites geográficos) possuem um sentimento de partilha tão grande que não se importam de libertar os seus próprios livros em locais públicos (tais como cafés, no metro e outros transportes públicos, paragens de autocarro, bancos de jardim e noutros sítios que a imaginação ditar), em vez de os manterem parados nas estantes para que o maior número de pessoas os possam ler, tornando desta forma o acesso à cultura e especificamente à leitura verdadeiramente universal.



- Postado por: Delmir Rildo Alves às 20h03
[ ] [ envie esta mensagem ]






Protagonismo Juvenil

O Protagonismo Juvenil é um tipo de ação de intervenção no contexto social para responder a problemas reais onde o jovem é sempre o ator principal.

É uma forma superior de educação para a cidadania não pelo discurso das palavras, mas pelo curso dos acontecimentos. É passar a mensagem da cidadania criando acontecimentos, onde o jovem ocupa uma posição de centralidade.

O Protagonismo Juvenil significa, tecnicamente, o jovem participar como ator principal em ações que não dizem respeito à sua vida privada, familiar e afetiva, mas a problemas relativos ao bem comum, na escola, na comunidade ou na sociedade mais ampla. Outro aspecto do protagonismo é a concepção do jovem como fonte de iniciativa, que é ação; como fonte de liberdade, que é opção; e como fonte de compromissos, que é responsabilidade.

Na raiz do protagonismo tem que haver uma opção livre do jovem, ele tem que participar na decisão se vai ou não fazer a ação. O jovem tem que participar do planejamento da ação. Depois tem que participar na execução da ação, na sua avaliação e na apropriação dos resultados. Existem dois padrões de protagonismo juvenil: quando as pessoas do mundo adulto fazem junto com os jovens e quando os jovens fazem de maneira autônoma.

Tendo em vista essa nova concepção do papel do jovem na sociedade e sabendo que ainda não existe um local em que as informações sobre o protagonismo juvenil em nosso país são reunidas, esse projeto foi idealizado.
 

   Agende sua Palestra sobre o protagonismo Juvenil delmir1000@yahoo.com.br cel: 88196603
http://www.protagonismojuvenil.org.br/portal/protagonismo.asp
 



- Postado por: Delmir Rildo Alves às 08h23
[ ] [ envie esta mensagem ]






Serviço Social

 Em muitos lugares do Brasil existem profissionais a serviço da Justiça Social



- Postado por: Delmir Rildo Alves às 00h25
[ ] [ envie esta mensagem ]






Bate Papo do G.A.S

Bate Papo do G.A.S

Pessoal para aumentar ainda mais nossa interatividade aqui está a sala de bate papo do G.A.S basta digitar seu apelido e pressione enter...agora é só teclar!!! Abraços.

 



- Postado por: Delmir Rildo Alves às 14h43
[ ] [ envie esta mensagem ]






Comemoração do Dia das Mães no Centro de Equoterapia de Lavras "A vida em movimento.

Equoterapia = Método terapêutico que utiliza o cavalo, buscando o desenvolvimento biopsicossocial de pessoas portadoras de necessidades especiais.

Na foto a galera do centro e eu puxando o cavalo rsrs

Quer ver mais fotos visite o FOTOBLOG www.atitudesocial.nafoto.net



- Postado por: Delmir Rildo Alves às 01h04
[ ] [ envie esta mensagem ]






Escola Estadual João Batista Hermeto

Escola Estadual João Batista Hermeto

Dia 8 de maio de 2008 foi realizado a palestra RAPensando o método de ensino, na Escola Estadual João Batista Hermeto. Através da música Estudo Errado do rapper Gabriel o Pensador, os alunos refletiram sobre o método de ensino tradicional, no qual o aluno aceita as informações repassadas, acomodando diante de tal situação e obedecendo as normas da escola, ou seja o aluno tem o papel de memorizar os conteúdos transmitidos, sem possibilidade de questioná-los.

Trecho da música Estudo Errado

Manhê! Tirei um dez na prova
Me dei bem tirei um cem e eu quero ver quem me reprova
Decorei toda lição
Não errei nenhuma questão
Não aprendi nada de bom
Mas tirei dez (boa filhão!)
Quase tudo que aprendi, amanhã eu já esqueci
Decorei, copiei, memorizei, mas não entendi
Quase tudo que aprendi, amanhã eu já esqueci
Decorei, copiei, memorizei, mas não entendi.

Click aqui e veja o vídeo

Alguns tópicos relevantes:

  • Decoreba;
  • Evasão escolar;
  • Avaliação não processual;
  • Nova visão no ambiente escolar;
  • O respeito da escola para com o aluno;

Foi abordado também questões sobre o rap e o hip hop.

Através da música Como um vício,  do Gabriel o Pensador, os alunos puderam conhecer melhor o rap e sua importância. Após o fim da palestra os alunos fizeram um relátorio da palestra como frases, desenhos estilo Grafite, etc.

A participação tanto da direção da escola ( diretores e professores) quanto dos alunos foi excêlente. Agradeço a todos os participantes.

A seguir foto dos alunos com a letra e reflexão da música:

 Quer ver mais fotos? Acesse o fotoblog http://atitudesocial.nafoto.net/



- Postado por: Delmir Rildo Alves às 01h03
[ ] [ envie esta mensagem ]






Projeto

Projeto

Projeto:  "Refletindo as questões sociais, na mídia"

Plantando Reflexão, colhendo ação

 

SÍNTESE DO PROJETO: O projeto “Refletindo sobre as questões sociais, na mídia”, tem como fator primordial de levar as escolas públicas recursos da mídia (texto, vídeo, áudio, fotografia, gráfico, animação) que nortearam uma reflexão sobre as questões sociais, com repercussão no âmbito dos direitos, no universo da família, do trabalho e não-trabalho, saúde, educação, idosos, crianças e adolescentes, grupos étnicos.

OBJETIVOS DO PROJETO: Contribuir para que os alunos reflitam sobre as questões sociais e se sintam plenamente aptos a buscar seus objetivos - seja para a realização pessoal, seja para a reivindicação ou conquista de direitos coletivos, intensificando o protagonismo juvenil, dentro dos valores de respeito, solidariedade, ética e responsabilidade social.

Contamos com seu patrocínio, Abraços

Delmir Rildo Alves  e-mail: delmir1000@yahoo.com.br

 



- Postado por: Delmir Rildo Alves às 01h01
[ ] [ envie esta mensagem ]






Turma do "Serviço Social", amigos ser Assistente Social é um desafio, mas estamos ai na luta pela justiça social!

 



- Postado por: Delmir Rildo Alves às 22h22
[ ] [ envie esta mensagem ]






Parabenizo, o professor Jorge Rocha, pelo ótimo desenvolvimento de suas aulas para com os alunos do curso Serviço Social. Foram muito prazerosas as  nossas aulas. Agredecemos ao querido professor por nós ensinar a questionar sempre!

 

 



- Postado por: Delmir Rildo Alves às 22h06
[ ] [ envie esta mensagem ]






A Aula Magna da Uniderp Interativa foi demais... 

"Saber, e não fazer, é não saber ainda " provérbio chinês

Todos nós (alunos, professores, tutores entre outros profissionais ) contemplamos o que há de melhor em ensino a distância e com qualidade.

isso é "Educação sem fronteiras"!

 

 



- Postado por: Delmir Rildo Alves às 20h44
[ ] [ envie esta mensagem ]






 MSN: jovem-dez@hotmail.com



- Postado por: Delmir Rildo Alves às 23h27
[ ] [ envie esta mensagem ]






Mensagem

Ei, você !!! Sorria...
Mas não se esconda atrás desse sorriso....
Mostre aquilo que você é, sem medo...
Existem pessoas que sonham com o seu sorriso, assim como eu...
Viva! Tente!
A vida não passa de uma tentativa.
Ei, ame acima de tudo, ame a tudo e a todos.
Não feche os olhos para a sujeira do mundo... Não ignore a fome !
Procure o que há de bom em tudo e em todos.
Não faça dos defeitos uma distância, e sim, uma aproximação..
Aceite a vida, as pessoas.. Faça delas a sua razão de viver... Entenda !
Entenda as pessoas que pensam diferente de você (não as reprove).
Ei, olhe...
Olhe a sua volta quantos amigos....
Você já tornou alguém feliz hoje, ou fez alguém sofrer com o seu egoísmo?
Ei, não corra.
Para que tanta pressa?
Corra apenas para dentro de você..
Sonhe !
Mas não prejudique ninguém e não transforme seu sonho em fuga.
Acredite !
Espere !
Sempre haverá uma saída, sempre brilhará uma estrela.
Chore, lute !!!
Faça aquilo que gosta, sinta o que há dentro de você.
Ei, ouça...
Escute o que as outras pessoas têm a dizer...é importante !!!
Suba... Faça dos obstáculos, degraus para aquilo que você acha supremo.
Mas não esqueça daqueles que não conseguem subir a escada da vida.
Ei, descubra !!!
Descubra aquilo que há de bom dentro de você.
Procure acima de tudo ser gente.. Eu também vou tentar.
Ei, você...
Não vá embora.
Eu preciso dizer-lhe que...
Te adoro, simplesmente porque você existe !!!!

                                                         (Charles Chaplin )



- Postado por: Delmir Rildo Alves às 22h07
[ ] [ envie esta mensagem ]




//Quem sou
style="left: 691px; WIDTH: 147px; POSITION: absolute; TOP: 346px; HEIGHT: 17px"> Olá blz Olá blz